21 outubro, 2015

“BÊS” EMPATAM COM DESPORTIVO DAS AVES.

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

DESPORTIVO DAS AVES-FC PORTO B, 0-0

Segunda Liga, 11.ª jornada
21 de Outubro de 2015
Estádio do CD Aves


Árbitro: André Moreira (Madeira).
Assistentes: Sérgio Serrão e Rui Freire.
Quarto árbitro: António Nobre.

DESP. AVES: Quim (cap.); Vítor Alves, Marcos Valente, Nélson Pedroso e Emmanuel; Ericson, Tarcísio e Pedró; Perdigão, Renato Reis e Theo Mendy.
Substituições: Perdigão por Ernest (56m), Pedró por João Amorim (64m) e Ericson por Felipe Martins (72m).
Não utilizados: Diogo Freire, Romaric, Anton e Cássio.
Treinador: Ulisses Morais.

FC PORTO B: Raul Gudiño; Víctor García, Chidozie, Maurício e Rafa; Tomás Podstawski, Francisco Ramos (cap.) e João Graça; Ismael, André Silva e Gleison.
Jogaram ainda: Gleison por Pité (58m) e Ismael por Omar Govea (80m).
Não utilizados: João Costa, Cláudio, Fede Varela, Diogo Verdasca e Ruben Macedo.
Treinador: Luís Castro.

Disciplina: cartão amarelo a João Graça (31m e 52m), Pedró (45m), Tarcísio (55m), Renato (58m), Ericson (64m) e André Silva (85m); cartão vermelho, por acumulação de amarelos, a João Graça (52m).

O FC Porto B empatou, esta quarta-feira, com o Desportivo das Aves (0-0), em partida da 11.ª jornada da Segunda Liga. No jogo que marcou o regresso de André Silva à competição, após um mês de ausência, os Dragões jogaram com menos um elemento a partir dos 52 minutos, após a expulsão de João Graça, e não conseguiram bater a organizada formação da Vila das Aves. Com este resultado, os portistas somam 25 pontos e mantêm-se na liderança isolada da competição, com mais cinco do que o Atlético, segundo classificado, e sete do que o Chaves, terceiro, que soma menos um jogo.

A primeira parte foi muito disputada a meio-campo, com os Dragões a ter mais posse de bola e o Desportivo das Aves a apostar num regime de contra-ataque. As ocasiões de perigo rareavam entre duas equipas que, à entrada para a jornada, contavam por vitórias os últimos seis jogos disputados (incluindo, no caso da equipa visitada, duas eliminatórias da Taça de Portugal).

O início da etapa complementar ficou marcado pela expulsão de João Graça, aos 52 minutos, por acumulação de cartões amarelos (o primeiro deles muito exagerado), o que acabou por colocar o jogo num registo diferente. Apesar da inferioridade numérica, os “bês” deram mostra de querer e de raça, criando várias ocasiões de perigo junto à baliza avense. André Silva, aos 61 minutos, não conseguiu aproveitar da melhor forma um cruzamento de Rafa da esquerda e, pouco depois, Pité (aos 63 e aos 70) esteve muito perto de inaugurar o marcador. Porém, o nulo manteve-se até ao final da partida.

A próxima partida dos comandados de Luís Castro é no domingo, frente à Oliveirense, pelas 15h00, no Estádio de Pedroso, e terá transmissão em directo no Porto Canal.

fonte: fcporto.pt



RESUMO DO JOGO

0 comentários:

Publicar um comentário