05 abril, 2012

Património imaterial Portista

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

Portistas são todos aqueles que torcem pelo FC Porto. Regra geral, seguem as notícias do clube, vêem jogos na TV, vão ao estádio, vão ao pavilhão. Amam o Porto, são importantíssimos para o clube e merecem todo o meu respeito. Mas entre os Portistas há pessoas que assumem uma forma diferente de viver esta paixão. Muitas vezes, combinam-na com outra ou outras das suas paixões (a história, o design, a fotografia, a música), outras vezes não. Mas agarram uma tarefa, um projecto, uma visão: eu vou fazer isto pelo Futebol Clube do Porto. E o resultado desse seu trabalho árduo, contínuo e totalmente abnegado enriquece o clube em si e beneficia todos os seus adeptos para lá de qualquer possibilidade de medida. Para usar uma expressão tão em voga nos últimos tempos, o que esta gente está a construir é o património imaterial do nosso clube. Ontem, vi no programa Cadeira de Sonho três exemplos desta dedicação.

O Pedro Cardona grava tudo o que for relativo ao FC Porto que passe na televisão. Jogos, reportagens, entrevistas. Desde 1987. Mas não é só: faz capas específicas para cada DVD, com informação relativa ao próprio jogo (resultado, equipas, etc.), os símbolos dos clubes e até uma imagem da manchete do jornal do dia seguinte. Nem consigo imaginar a trabalheira por trás de tudo isso. E mesmo agora com o Porto Canal a transmitir conteúdo sobre o Porto literalmente todos os dias, Pedro Cardona não abre excepções. Continua a registar tudo. Talvez arriscasse dizer que tem um arquivo vídeo mais rico que o próprio clube. Não sei se é verdade, mas não me admirava se fosse.

O Fernando Moreira, o "nosso" Dragão Azul Forte, dedica horas do seu dia a estudar a história do FCP. Pesquisa, verifica informação, cruza fontes, procura imagens e por fim compila tudo em maravilhosos textos que, volto a afirmar, constituem para mim o melhor, mais completo e mais fidedigno registo da história do FC Porto já publicado, seja online ou em papel. E com tanto estudo não surpreende que seja ele próprio uma verdadeira enciclopédia Portista, sempre pronta a partilhar o seu impressionante conhecimento do clube com os seus correligionários, sobretudo os das gerações mais recentes, que não viveram os anos difíceis que, em grande medida, nos formaram o carácter.

O Rui Saraiva, aliando o seu enorme talento para as artes gráficas ao conhecimento enciclopédico do Dragão Azul Forte, está a criar imagens historicamente rigorosas (e graficamente fantásticas) de todas as camisolas que as nossas equipas já vestiram, prestando atenção às mais ínfimas variações, dos colarinhos às mangas, dos calções às meias, passando pelos tons de azul (tanto quanto seja possível perceber pelo contraste nas imagens a preto a branco), número e espessura das riscas, etc. Um arquivo extraordinário cuja consulta é para todos nós um enorme privilégio.



Além destes três magníficos exemplos, sei de várias outras pessoas que se colocam - ao seu tempo, à sua energia, ao seu talento, tantas vezes até ao seu dinheiro - voluntária e generosamente ao serviço do Futebol Clube do Porto. Há até casos de adeptos que criam, a custas próprias, verdadeiros museus ao nosso clube, de entre os quais o Museu do FC Porto em Alvite, Moimenta da Beira, é provavelmente o mais representativo. Mas há mais. Temos o Bruno Sousa, designer como o Rui, que dedica uma grande parte do seu trabalho a enaltecer o FC Porto. Podem visitar esta galeria para conhecer parte da sua obra. Temos o Pedro do Fotos da Curva, que usa o seu talento como fotógrafo para registar de forma exaustiva a vida do nosso clube. Temos o PedroPorto, que mantém uma agenda das várias modalidades e escalões sempre completa, correcta e actualizada, cumprindo um serviço fundamental que deveria obrigatoriamente ser prestado pelo clube, mas não é. Um serviço que até já ganhou espaço próprio, o Bibó Porto Júnior.

Já para não falar nos blogs, sites, fóruns e páginas do Facebook onde diariamente todos damos um bocadinho de nós em nome do FC Porto. Mas gente como a que menciono acima (peço que me avisem se me estiver a esquecer de alguém, e que me indiquem outros projectos que eu desconheça) realmente leva a coisa a outro nível e merece o sincero agradecimento de todos nós. Espero que saibam o valor que têm para a comunidade Portista, e que o nosso reconhecimento vos dê força para continuarem com o vosso excelente trabalho!

PS - Já viram a nova timeline do FCP no Facebook, com os pontos altos da nossa história já introduzidos? Mais uma vez o pessoal da comunicação está de parabéns!

27 comentários:

  1. Enid, estou completamente de acordo com tudo o que escreves-te !

    E para o Fernando, o Rui e o Pedro os meus parabéns pelo trabalho e pela paixão que dedicam ao nosso Clube!

    Vocês estiveram 5 Estrelas na entrevista...;)))



    BIBÓ PORTO

    ResponderEliminar
  2. Enid: muito obrigado pelas palavras que me diriges e aos outros Amigos e brilhantes Portistas também.

    Vou confessar-te uma coisa, Enid. E que me perdoe alguém que, supostamente, é o alvo da minha sinceridade. Às vezes penso se não estarei a desperdiçar tempo, se o trabalho árduo não será em vão. Dou comigo a pensar nas pessoas a quem não passa pela cabeça o tempo dispendido, outras vezes naqueles que não imaginam o esforço empregue. Parece-me, amiúde, que tudo é desvalorizado. Parece-me, frequentemente, que há muita gente que gosta, apoia e incentiva mas, subitamente, “desaparece” e deita para o caixote do lixo a aprovação, o aplauso, o estímulo, os… comentários. Confesso, pergunto-me muitas vezes: apenas 3, 4 ou 5 comentários a um post (integrado numa parcela da História em que apliquei horas, dias, semanas, senão meses) não será indiciador de desprezo, de desdém pelo trabalho que realizo? Confesso: já pensei abandonar a publicação e “fazer” só para mim.

    Mas – e mais não digo para não me alongar na prelecção – é em momentos como o vivido na sexta e sábado últimos, é pelo Amor em crescendo pelo FC Porto, por muitos que vão aparecendo a dar-me um precioso incentivo, por todos os Portistas que amam o seu Clube nos bons e maus momentos, que eu continuo a porfiar para acabar a “sumptuosa” história do FCP e para ajudar o Rui a completar o “guarda-roupa” azul-e-branco. É por ti, querida Enid, e por outros como tu que continuo no trilho que encetei pela mão do nosso Grande Blue Boy.

    Obrigado, Amiga. Obrigado a todos os Amigos e Portistas que sempre me deram uma palavra de encorajamento.

    ResponderEliminar
  3. Citando a frase JFK sobre a América: não fiquemos espera do que o F.C.Porto pode fazer por nós, façamos nós alguma coisa pelo F.C.Porto.

    Bjs

    ResponderEliminar
  4. Deixo também aqui os meus parabéns pela excelente participação de 3 grandes portistas no programa Cadeira de Sonho...

    Em especial ao Dragão Azul Forte, grande portista e fantástico colaborador deste blog... Foi de facto um belo dia, coroado com uma bela vitória do nosso grande clube!

    Se não ganharmos este campeonato, não será concerteza por falta de apoio dos adeptos...

    Agora, importante mesmo era invadir Braga...

    ResponderEliminar
  5. Parabéns aos 3 grandes Portistas que todos os dias dignificam o clube, com o seu trabalho e espírito de dedicação!!!! Que continuem por muitos anos.
    Um verdadeiro testemunho do que é ser Porto!
    Isto é que é serviço público para a causa azul e branca!

    Um forte abraço do MrKoko.

    PS: Grande golo do Pena, festejos do Octavio Malvado e comentários do Jorge Baptista...Ah,ah!

    ResponderEliminar
  6. Dragão Azul Forte, entendo o teu desânimo, mas acho que não devias dar tanta importância ao número de comentários. Sei que parece ser a única forma objectiva de medir o alcance de um post, mas tenho-me apercebido de que não é tão objectiva quanto isso. Muita gente lê os posts mas não tem tempo de comentar, está em computadores públicos e prefere não fazer login na sua conta, ou por qualquer outra razão não comenta, mesmo que goste do que leu. Já recebi comentários "na vida real" de gente que "gostou imenso" de determinado post, mas não recebi nenhum comentário dessas pessoas no blog.

    Já agora, até te falo em nome próprio: muitas vezes não comento, mesmo quando gosto de um post, porque considero que não tenho nada de relevante a acrescentar. Espero que isso não te leve (ou a outros autores que sabem bem que os aprecio) a achar que não valorizo o trabalho por trás do post :)

    Não me canso de te dizer que és uma mais-valia incalculável quer para este blog, quer para o FC Porto em geral. O que aqui escreves aqui ficará pelos anos fora, e podes ter a certeza que a cada dia há mais um miúdo ou miúda a dar os seus primeiros passos no Portismo, que ouve falar do José Monteiro da Costa ou do Catullo Gadda ou do Pinga, vai pesquisar ao Google e descobre nos teus posts um mundo maravilhoso para explorar.

    Já lá dizia o poeta que tudo vale a pena, e tu se há coisa que não tens é uma alma pequena :) Nunca duvides do valor daquilo que nos dás (a nós, Portistas), nem do nosso reconhecimento, ainda que nem sempre o saibamos demonstrar. Um abraço!

    ResponderEliminar
  7. Dragão Azul Forte, número de comentários?
    Desde quando é isso importante?
    A quantidade destes sempre foi e deverá continuar a ser directamente proporcional às, felizmente poucas, derrotas do nosso FCPorto.

    O que realmente importa são as visitas.
    Clica lá no globozito no final da página e tira as tuas próprias conclusões.
    E que nem sonhes em desistir.
    Nem tu nem ninguém ;-)

    ResponderEliminar
  8. Ou estás e pedir, assim como que delicadamente, um aumento ao nosso Presidente ? :-)

    Olha que já outros tentaram mas fosse dessa tal da crise, fosse do sol ou fosse da chuva, não tiveram sorte alguma...

    ResponderEliminar
  9. Bom dia, Enid. Prazer em conhecê-la. Venho agradecer as maravilhosas palavras que escreveu na sua crónica.

    Em primeiro lugar, deixe-me dizer que escreve muito bem, uma escrita fácil de ler, com o conteúdo bastante agradável e de leitura com prazer.

    Em segundo lugar, os elogios com que nos brindou, aos 2 meus amigos e companheiros de reportagem e a mim, agradeço e fico sensibilizado por ter direito a um pequeno espaço na sua crónica e no blog dirigido e muito bem pelo Bule Boy.

    Estive a ler alguns comentários e, desta vez, não posso concordar com o meu amigo Fernando. Nós fazemos isto por dedicação, devoção, paixão e competência. Nada mais.

    Sem esperar que alguém nos dê o valor pelo número de comentários ou pelo número de elogios. Nada disso. O que faço é para satisfação pessoal, porque gosto de fazer, porque adoro este clube, porque vivo este clube todos os dias: O GRANDE FC PORTO!

    Um abraço a todos.

    P.S. - Enid, posso partilhar a sua crónica no meu facebook? Obrigado.

    ResponderEliminar
  10. Tal como prometi, vi o «Cadeira de sonho» de terça-feira passada e fiquei maravilhado pela riqueza do conteúdo e ainda pela justa homenagem de que os três grandes portistas foram alvo. Confesso a minha inveja (saudável se é que isso é possível). Quanto gostaria de poder cumprimentar o ídolo da minha juventude, o Bi Bota Fernando Gomes!

    Dos três, o que mais me surpreendeu foi a espectacular videoteca do Pedro Cardona! Magnífica! E que memória! Os meus parabéns. Quanto ao trabalho do meu amigo Fernando Moreira e do Rui Saraiva, que também considero fabulosos, para mim, que sigo muito de perto este magnífico blog, já não é uma surpresa, é «apenas e só» a confirmação da importância da dedicação de dois grandes portistas, que ao contrário do lamento do Fernando, são muito apreciados, apesar dos poucos comentários que suscitam.

    Percebo esse lamento mas não é motivo para desânimos (eu sei do que falo).

    Um abraço

    ResponderEliminar
  11. 4lusos, partilhe à vontade :) E obrigada eu também pelos elogios!

    ResponderEliminar
  12. Caro Fernando,

    Em resposta à questão da desvalorização do seu trabalho tendo por base de avaliação os comentários existentes ao mesmo deixe-me dizer-lhe que, da minha parte, acontece ler de ponta a ponta o seu trabalho, chego ao fim e só apetece dizer magnífico, soberbo, brilhante sendo que normalmente nem o faço por não sentir que isso traga algo que valorize o post...e muitas vezes também não estou no meu PC e não me sinto tão à vontade com o fazer logins....

    E o que acontece comigo certamente acontecerá com muitos mais portistas...o seu trabalho é de incalculável valor....arrisco-me a dizer que, completados mais uns capítulos, e teríamos, CERTAMENTE, material para edição em LIVRO...era merecido, era justo. Era bom que alguma editora se chegasse à frente!

    Parabéns aos três!

    ResponderEliminar
  13. Um abraço aos 3. E sublinhar o que escreveu o dragão dos diabos. Na íntegra!

    ResponderEliminar
  14. Silva Pereira05 abril, 2012

    COMPLETAMENTE DE ACORDO O MEU MUITO OBRIGADO. CONTINUEM O BOM TRABALHO

    Saudações portistas

    ResponderEliminar
  15. Pedro (4Lusos), concordo contigo, amigo: “nós fazemos isto por dedicação, devoção, paixão e competência. Nada mais”.

    Na própria reportagem mencionei o facto de tudo ter começado com a vontade de eu conhecer, a fundo, a História do FC Porto e dá-la a conhecer à minha Filha. “Nada mais” me movia. NADA, MAS MESMO NADA MAIS esteve nas minhas cogitações. Tal como aconteceu contigo quando iniciaste a videoteca. Mas (não o podes negar e aqueles dois dias são prova disso), qualquer pessoa que se esforça, que entrega o seu tempo a uma causa, sente-se gratificada pelo reconhecimento. Constatar que há quem aprecie o esforço, a entrega, sentirmo-nos, repito, gratificados por isso, não é nada de estranho ou condenável. O contrário é que seria de admirar. Mas nunca estive à espera de louros ou do panegírico. Admito que do meu comentário possa transparecer isso; mas quem me conhece sabe que não sou dessas coisas. Contudo se eu soubesse que o meu trabalho não merecia a mínima atenção, deixava de publicar. Como digo, passava a “fazer” só para mim. Talvez dê demasiada importância aos comentários, como aliás já me transmitiu o nosso amigo Blue Boy.

    Enfim, o desabafo, talvez não o primeiro, deve-se a algo que eu sinto (também porque já estive envolvido na comunicação pública – fiz rádio na Guiné-Bissau): nem sempre aquilo que julgamos “ser bom” agrada ao público “consumidor”. Lembras-te de eu perguntar ao Ricardo Amorim se podia dizer TODOS OS NOMES DOS COLABORADORES DO BLOGUE? Sabes a resposta dele, não sabes? Então podes tirar a conclusão acerca do que eu quero significar. Já agora, vê o meu post que logo sairá.

    Pedro, quanto à Enid, claro, completamente de acordo também. Eu já te tinha dito que adorava a maneira de escrever da Enid. Os seus textos são, sempre, obras-primas. A Enid é uma soberba redactora e escritora. Uma extraordinária autora de textos de qualidade inigualável.

    Estilhaço: aumento? Não, estou a “ganhar” muito bem, não posso nem devo aspirar a mais. O Presidente dá-me a sua grande e inestimável AMIZADE, muito apoio, carinho a rodos (quem não precisa…?), faz-me sentir útil. Que mais poderei “reivindicar”? Só se for meio ano de férias… nas Caraíbas…

    Aproveito para, mais uma vez, agradecer as palavras da Enid dirigidas aos meus Amigos e a mim. E também a todos os AMIGOS que aqui se dispuseram a comentar. Muito OBRIGADO a todos.
    Fernando Moreira (Dragão Azul Forte)

    ResponderEliminar
  16. Isto é Porto...esta é a verdadeira família Portista e é aqui,a este blogue de verdadeiros amigos, que venho pedir inspiração para enfrentar os poucos momentos menos bons que o meu clube do coração atravesse e festejar os imensos momentos de triunfo a que,como muito bem foi dito na entrevista,já estamos habituados e ás vezes mal habituados faltando por vezes paciência e calma quando as coisas não correm como todos nós queremos.

    Muito obrigado por tudo.

    ResponderEliminar
  17. caríssimas(os),

    votos de uma Santa e Feliz Páscoa, para vocês e para todos quantos vos são queridos!
    (extensível a quem visita este blogue de referência da bluegosfera)

    cuidado com as amêndoas e com o coelhinho (da Páscoa?)
    qual coelhinho? o do vídeo em anexo ;)

    ps:
    já foi tudo escrito sobre a reportagem em causa e com a qual me deliciei ;)
    mesmo assim, partilho o meu sentimento de gratidão para com todos os colaboradores deste enorme blogue, que é para mim, de indispensável leitura diária, apesar de comentar amiúde pelos motivos já referidos.

    saudações desportivas mas sempre pentacampeãs a todas(os) vós! ;)
    Miguel | Tomo II

    ResponderEliminar
  18. Faltava eu vir aqui dar umas palavrinhas!

    Já agora e antes de tudo, em relação ao propalado caso dos comentários, eu sou um bom exemplo disso mesmo (e penitencio-me por a grande esmagadora maioria das vezes não comentar, o que não quer dizer que não leio! Eu leio todos os posts, e devo dizer que sou presença diaria aqui neste espaço, mas infelizmente, não tenho muito por hábito comentar) São muito raras as vezes que eu comento. Peço desculpa por isso.

    Quanto ao resto, agradeço a todos os colaboradores, porque afinal de contas, a reportagem também é deles, fomos nós que demos a cara, mas fomos todos (colaboradores) que estivemos presentes, tal como das outras vezes em que outros colaboradores deram a cara. A causa que nos une é só uma, e como tal sentimos todos da mesma maneira.

    Queria também agradecer á Enid pela fantástica escrita que elaborou e elabora, e dizer-lhe, porque ainda nunca tinha dito (novamente peço desculpa por isso) que sou um fã da sua escrita, adoro ler as suas crónicas porque acho que além da fantástica maneira de escrever, consegue remeter a sua escrita para tudo o que nós sentimos, é maravilhosa, parabéns Enid, de um seu acérrimo fã!

    Aos meus amigos Fernando Moreira, Pedro Cardona e ao Paulo Jorge, bem acho que já lhes disse tudo sobre o que significou para mim estes dias, e todos eles já sabem a gratidão que tenho para com eles.

    Mais uma palavra também para os ilustres Portistas com quem tivemos o previlégio de partilhar o camarote no sábado (alguns leitores deste blogue), caríssimos, foi um prazer conhece-los! Foi uma honra assistir ao jogo na vossa companhia. Obrigado.

    E por fim, a todos os leitores deste blogue, muito obrigado pelo apoio, espero que continuem a vir a este ponto de confluência da familia Portista, pois este blogue na verdade, é, acima de tudo, uma familia.

    Cumprimentos a todos.

    Rui Saraiva

    ResponderEliminar
  19. Silva Pereira06 abril, 2012

    DIVERSIFICANDO
    Sou um apaixonado desde a minha juventude (FCP desde que tenho memória) pela leitura de obras de ficção científica (coleciono os livros da Coleção Argonauta – LIVROS DO BRASIL) e fantástica, tenho por meus autores favoritos Robert A Heinlen, Isaac Asimov, Arthur C. Clarke,… praticamente todos os vencedores do prémio Hugo. Os simpatizantes do FCP que não seguem esta paixão dirão o que isto tem a ver este com o nosso FCP, eu não sei que associação fez o Bruno Sousa no seu espetacular trabalho, mas leva-me a pensar que talvez partilhe da paixão e passo a explicar.
    Nas obras do Fantástico (Crónicas de Gelo e Fogo de Geoge R R Martin – editados 10 livros) preste a sair a 2 série no AXN ( a1ª com a maior cotação de sempre no índice IMOB), a saga de Paolini - Brisinger, Eldest- Herança - Eragon edições ASA. Referencio estes 2 mas existem muitas outras obras , mas em todas a envolvência das estórias , a temática gira em volta do DRAGÔES. Estes seres, em que as suas características mitológicas são de inteligência máxima, corajosos, nobres, os quais se juntam aos heróis potenciadores das melhores qualidades humanas (os bons) para combater os maus. No caso particular da saga de Paolini o herói tem como companheiro um dragão azul e o inimigo o pérfido tem como companheiro dragão vermelho. Não sei se o dragão como se associou este ser ao nosso clube o que para mim não deve ser uma simples coincidência, pois que estas obras nasceram muitas décadas após a criação do FCP. Muitas vezes penso que o nosso presidente talvez um dia pudesse associar estes escritores ao FCP.
    Desculpem este desvio, mas para mim os símbolos são muito importantes, talvez um dia o professor Joel (já foi convidado do SOMOS PORTO) pudesse explicar esta associação.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  20. Silva Pereira06 abril, 2012

    Desculpem lá, esqueci-me de refenciar que conheço a história da crição do nosso embelema por Augusto Baptista Ferreira, jogador do FC Porto, que resolveu unir o símbolo do FC Porto ao brasão da cidade do Porto (Brasão hoje utilizado pelos Duque do Porto D. Dinis e que em 1940 foi alterado, passando a ser aquele que conhecemos actualmente, no entanto para mim ainda não está muito claro toda a associação do Dragão à cidade do Porto.

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  21. Silva Pereira06 abril, 2012

    Descupem só mais uma (tenham paciência).
    É que para mim o FCP e a cidade do Porto são como uma única identidade, é por isso que não compreendo que portuenses sejam de outro clube, e muito menos o presidente da Câmara ostracisar o FCP. Todos temos direito a perfilhar qualquer outro clube mas para mim o verdadeiro portuense tem de ser do FCP. Os nascidos no Porto e que são adeptos dos clubes da capital, não conhecem a gloriosa história desta cidade.
    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  22. É só boa gente por aqui, e generosa nos elogios :)

    Feliz do clube que pode contar com adeptos destes. Viva o Porto!

    ResponderEliminar
  23. Tmabém vi, e deliciei-me, com o programa. Embora sendo tripeiro, nascido na maior fábrica de portuenses do mundo, a Maternidade Júlio Dinis, já lá vão uns longos 61 anos, sempre tive uma enorme admiração por Trás-os Montes e os trasmontanos. Gente de antes quebrar que torcer, gente que pode ser rude, mas é amiga e que sabe partilhar o muito ou pouco que possui. Gente moldada pelas fragas e pela rudeza de uma paisagem inigualável em beleza. E quando esta gente alia às suas qualidades intrínsecas, o gosto de ser Portista, fica cozinhado um caldo de sabor único.
    Obrigado aos três trasmontanos que permitem transmitir aos vindouros o que é ser Porto, a sua vida e a sua história.
    Depois de uma vitória tão saborosa como foi a de hoje em Braga, ainda mais recompensado fico em poder partilhar com todos o meu agradecimento. À moda de Trás-os Montes, um enorme bem haja a quem tão alto faz chegar o nome do seu clube e sa sua terra.

    ResponderEliminar