08 fevereiro, 2014

A pior assistência de sempre no Dragão

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

O último fim-de-semana ficou marcado por uma invasão de ultras do FC Porto à ilha da Madeira. O confronto com o Marítimo levou os seguidores portistas (mais uma vez) até à pérola do Atlântico. À soma do lugar anual, das quotas, dos bilhetes para os jogos fora, dos bilhetes para os jogos das taças e fases seguintes das competições europeias, das despesas com portagens e combustível, da alimentação, dos gastos ao acompanhar as restantes modalidades, das idas ao estrangeiro, a juntar a isto temos muita gente, com o FC Porto em 3º lugar no lugar no campeonato, que se deslocou atrás do seu clube até à Madeira. Só para o apoiar!!

Uns foram sexta-feira, outros Sábado, a verdade é que à hora do jogo Super Dragões e Colectivo lá estavam representados. E não mereceram o resultado com que a equipa os presenteou. Obrigado aos presentes, é uma satisfação saber que o FC Porto nunca estará só. Enquanto uns estavam na Madeira, outros estiveram a apoiar o hóquei e o basquete no Dragão Caixa, durante a tarde de Sábado. E não se perdeu o folgor para no Domingo se marcar presença na equipa B e no andebol.

Mais um fim-de-semana normal para nós.

Quarta-feira recepção ao Estoril para a taça de Portugal. Este jogo ficou marcado como a pior assistência de sempre do estádio do Dragão: 10 507. Um recorde negativo que “superou” a pior marca anterior, num FC Porto x Gil Vicente também para a taça de Portugal e também numa quarta-feira, em 2007/2008 e com Jesualdo Ferreira no comando da equipa, estiveram presente 12 117.

É com prazer que “vejo” o meu nome no jogo com maior assistência (FC Porto x Deportivo Corunha) e no jogo com menor assistência. Há que saber estar junto da equipa, em todos os momentos.

Com muitos adeptos a não terem possibilidade de ir a casa entre o final do trabalho e o início do jogo, lá nos juntámos pela hora de jantar no nossa segunda (?) casa. Sem tempo para jantar propriamente, preocupamo-nos em apoiar durante mais 90 minutos a nossa equipa. Com um frio e uma chuva torrencial, nada nos impediu de cantarmos e incentivarmos os rapazes de camisola azul e branca!!

Ao golo do Estoril os Super Dragões responderam com a pergunta “Será que estamos a ser Porto?” A equipa respondeu positivamente e virou o resultado para 2-1, mais uma vez nos últimos minutos. Da parte dos SD tivemos um bom apoio, com destaque para o “Kop a Kop” com o Colectivo. Na Norte, “poucos mas bons”, a apoiar constantemente durante os 90 minutos de jogo.

No sector visitante meia dúzia de gatos pingados que entraram no decorrer da partida. Achei uma comédia no festejo do golo três ou quatro betinhos de Estoril terem “furado” a barreira de segurança e “entrado” na bancada Norte. Certamente foi mais para mostrarem a sua valentia desmedida, até porque aquele sector ao lado deles estava cheio.... de cadeiras vazias!!

Também achei comédia à falta de panos, estandartes, faixas (têm mais alguma?) e bandeiras. Para quem no jogo da primeira volta na Amoreira mostrou a frase “aqui não há casuals”, material no Dragão nem vê-lo!!!

Venham as próximas batalhas.

“Waiting for weekend!”

Um abraço ultra.

0 comentários:

Publicar um comentário