18 fevereiro, 2016

JOSÉ PESEIRO: “TEMOS QUE SER MAIS FORTES DO QUE NUNCA”

http://bibo-porto-carago.blogspot.pt/

O FC Porto está de regresso à Liga Europa e tem pela frente o poderoso Borussia Dortmund num “jogo difícil”, como perspetivou José Peseiro, que vai obrigar a equipa a defender mais do que é hábito e que, por isso, vai exigir determinação, capacidade de sacrifício, de superação e “solidariedade total” entre os jogadores. O objetivo, sublinhou o treinador, é conseguir um bom resultado para levar a decisão da eliminatória para o jogo da segunda mão no Estádio do Dragão. Para isso, no entanto, os portistas terão que ser, neste primeiro round, “mais fortes do que nunca”.

“Temos consciência da dificuldade do jogo e é bom para nós sentirmo-la contra uma equipa que é forte em qualquer momento do jogo, não apenas na transição ofensiva, mas também em ataque posicional. É uma equipa com muita qualidade, composta por bons jogadores, que está em segundo num campeonato forte como é a Bundesliga”, afirmou o treinador na conferência de imprensa de antevisão do encontro desta quinta-feira (18h00 de Portugal Continental), antes de dar início ao treino de adaptação ao Westfalenstadion.

O grau de exigência do jogo pede à equipa, segundo Peseiro, “confiança, determinação, solidariedade total, capacidade de sacrifício e superação” nos momentos em que a equipa não tiver a bola: “O Borussia vai obrigar-nos a defender com mais gente. Temos que defender todos muito e bem quando não tivermos a bola, de forma a também colocarmos problemas na construção do jogo do adversário. Mas pela nossa riqueza e qualidade, quando tivermos a bola temos de acreditar, temos que provocar, fazer o Borussia correr, colocá-lo nas zonas de desconforto do seu processo ofensivo. Temos dois jogos, queremos passar esta eliminatória e queremos levar a decisão desta eliminatória para o jogo no Porto”.

Desengane-se, porém, ressalvou o treinador, “quem pensa que o FC Porto vem para aqui defender”, até porque, como se diz na gíria futebolística, a melhor defesa é o ataque: “É verdade que queremos defender bem, mas também queremos ter iniciativa, porque quanto mais tivermos bola, mais iniciativa teremos e menos iniciativa damos ao adversário. Queremos correr, ir atrás do adversário, pressioná-lo quando não tivermos a bola e, quando a tivermos, queremos ser afirmativos”.

A utilização ou não de Marcano, que esteve ausente do clássico com o Benfica por lesão, foi outros incontornáveis de uma conferência de imprensa na qual marcaram presença o presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, e o CEO da FC Porto Desporto, Antero Henrique. Peseiro, no entanto, não confirmou se o central espanhol estará ou não disponível para dar o seu contributo. “Ainda não temos a certeza. Certeza tenho é que o 11 que escolhermos tem toda a nossa confiança. Mas só irá a jogo se tivermos a convicção de que poderá jogar ao seu nível e não agravar a lesão que tem”.

Na antevisão da partida, o treinador do Dortmund, Thomas Tuchel, considerou o FC Porto um dos candidatos à conquista da Liga Europa, prova que já os Dragões já venceram em 2011 e em 2003. José Peseiro também esteve perto de o fazer, em 2005, mas desvalorizou esse fantasma, até porque os tempos são outros e o clube também: “Por aquilo que é a história do FC Porto e dos títulos que já conquistou, faz todo o sentido essa afirmação. A final de 2005? Eu sou treinador do FC Porto, a minha responsabilidade aqui é essa. Estou focado no FC Porto e não olho para isso”, referiu o treinador, que aproveitou para desejar “as maiores felicidades a Maicon” no novo projeto.

HERRERA: “VAI SER UM JOGO BONITO”

Héctor Herrera esteve ao lado de José Peseiro na conferência de imprensa de antevisão do Borussia Dortmund-FC Porto e acredita que o Westfalenstadion será palco de um bom espetáculo na primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa (quinta-feira, 18h00, SportTV1). O médio disse estar preparado até para jogar a lateral direito, se necessário, e sublinhou que, para o plantel portista, “a Liga Europa tem a mesma importância que a Liga dos Campeões”.

“Ganhar um clássico tem sempre muita importância e dá uma grande motivação e otimismo à equipa. Era uma vitória que queríamos para reforçar a nossa confiança, ainda mais antes deste jogo. Acredito que vai ser um jogo bonito, que qualquer jogador gosta de jogar, e vamos entrar com a mentalidade de ganhar e levar um bom resultado para casa”, afirmou Herrera, na sala de imprensa do Westfalenstadium, antes do treino de adaptação dos Dragões ao relvado do recinto do Borussia Dortmund.

O FC Porto viajou para a Alemanha sem Maxi e Danilo Pereira, a cumprir castigo, mas Herrera acredita que quem jogar nos seus lugares dará boa conta do recado. “O Maxi e o Danilo Pereira são jogadores importantes dentro do grupo, mas há outros jogadores importantes que podem fazer igualmente bem esse trabalho. O mister saberá quem irá colocar a jogar e com certeza irá decidir o que é melhor para a equipa”, prosseguiu o internacional mexicano, que deu voz ao grupo e à forma como este olha para a competição em causa.

“Para nós, a Liga Europa tem a mesma importância que a Liga dos Campeões. Gostamos de jogar perante muito público e, neste caso, a única forma de nos abstrairmos de um ambiente adverso é pensarmos que nos estão a apoiar. Vai ser um jogo bonito, num ambiente bonito, e vamos lutar pela vitória”, prometeu o 16 portista, elemento relevante no plano ofensivo mas que também trabalhará no sentido de “tentar ajudar a parar toda a equipa do adversário”.

Face às ausências de Maxi e Danilo, Herrera não descurou a possibilidade de atuar como lateral direito e garantiu que dará o “máximo” se assim tiver que ser. “Se o treinador entender que devo jogar a lateral direito, não tenho problemas. Estou sempre preparado para ajudar a equipa e darei o meu máximo mesmo quando não jogar na minha posição”, finalizou.

fonte: fcporto.pt


LISTA OFICIAL DE CONVOCADOS
Guarda-redes: Helton, Casillas e João Costa;
Defesas: Martins Indi, Marcano, José Ángel, Verdasca eAndré Layún
Médios: Rúben Neves, Evandro, Herrera, Francisco Ramos, Brahimi e Sérgio Oliveira;
Avançados: Aboubakar, Suk, Varela, Marega e Corona.

0 comentários:

Publicar um comentário