14 fevereiro, 2010

Leixões empata Campeões....

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

assistência: --- espectadores.

árbitros: Bruno Paixão (AF Setúbal), António Godinho e Paulo Ramos; Jorge Tavares.

LEIXÕES: Diego; Nuno Silva, Joel, Fernando Cardozo e Nelson; Fernando Alexandre, Paulo Tavares, Hugo Morais e Seabra; Zé Manuel e Pouga.
Substituições: Nuno Silva por Cauê (62m), Zé Manuel por Tucker (78m) e Paulo Tavares por Fábio Espinho (89m).
Não utilizados: Berger, Jean Sony, João Paulo e Tiago Cintra.
Treinador: Fernando Castro Santos.

FC PORTO: Helton; Miguel Lopes, Rolando, Bruno Alves e Fucile; Fernando, Ruben Micael e Belluschi; Varela, Falcao e Mariano.
Substituições: Belluschi por Tomás Costa (65m) e Fernando por Orlando Sá (81m).
Não utilizados: Beto, Guarín, Valeri, Maicon e Addy.
Treinador: Jesualdo Ferreira.

golos: nada a assinalar.

disciplina: cartão amarelo para Zé Manuel (7m), Ruben Micael (32m), Rolando (54m), Nelson (71m), Pouga (72m) e Paulo Tavares (76m).

Ainda antes de apontar aos “Gunners” e à Liga dos Campeões, havia que atravessar a VCI e domar ondas no Mar de Leixões.

Fevereiro avizinha-se mês de alta voltagem na agenda dos Dragões, não fosse a imprevisibilidade do futebol, o desafio frente aos de Matosinhos seria provavelmente o de cariz mais simpático e menor exigência competitiva.

O dia de temperaturas siberianas contrastava com o ambiente feérico e de rivalidade intensa entre apoiantes dos emblemas em compita.

Extremos opostos na tabela classificativa, a mesma obrigação de ganhar na perseguição por objectivos diferentes, uma dicotomia futebolística, que apesar do fosso de pontos entre os contendores se desvaneceu à flor da relva.

Com o Carnaval à porta, desejava-se um Sábado gordo em tons de Azul, prenúncio maior de nova Quaresma “encornada”.

E se o período carnavalesco marca o “adeus a Carne”, o período que se segue lembra-me a Paixão de CRISTO…mas afinal o que tem o futebol haver com isto!?!?!?

Se agrura do empate me catalisa mau espírito, não embarco em pessimismo exacerbado, apesar dos impropérios debitados a eficácia.

O futebol é isto, um misto de paradoxos lógicos outra vezes inteligíveis divergências entre o querer e o poder.

Jesualdo mostrou-se fiel a identidade do Dragão, depois da ressurreição táctica as mãos do novo diamante da joalharia azul, a contextualização das dinâmicas não se mostraram assimiladas logo nos minutos iniciais.

A nau azul fazia-se ao Mar e com o primeiro quarto de hora decorrido, dava sinais de andar a deriva, baixa intensidade, profundidade nula, velocidade de acções incipiente, jogo com assumida lateralização de bola e inépcia nos passes de ruptura.

Aos da casa o desnorte adversário conferia pontos estruturais capaz de os motivar e dar corpo ao upgrade psíquico que lhes fomentasse outras valias que não só a arte da luta e abnegação.

O técnico galego estreava-se no banco, ávido de pontos que liberta-se o emblema matosinhense da agonia da cauda da tabela, não foi de modas, 4x2x3x1 a estrutura montada para aniquilar as investidas do Dragão.

Um central adaptado a direita com intuito de dar centímetros a defesa, dois tampões como faróis de um futebol impositivo, mas que este remake espanhol de José Mota, não se coibi de exibir na luta pelo ponto.

O Dragão acusava o toque, paulatinamente o ponteiro dos minutos conferia sucessivas voltas sem que Belluschi ou Micael, artífices do último passe, dessem cor ao futebol geométrico e incutissem no desafio outra consistência táctica.

Os azuis tardavam em acelerar os ritmos, o Leixões somava parcas tentativas de visar a baliza de Helton, a meia distância era arma inócua para as redes mas que galvanizavam as hostes da casa. Uma vintena de minutos e a nota de realce era a compaixão arbitral para com Zé Manuel numa entrada dura sobre Rúben, que valeu apenas amarelo.

Miguel Lopes começava a carrilar jogo à direita, os azuis e brancos mostravam vontade de pegar nas rédeas de jogo, Fernando dominava os espaços tácticos do miolo, o sentido posicional deste libertava a equipa de amarras iniciando os processos de recuperação/organização/transição, contudo os vértices criativos oscilavam, Varela aparecia pouco, Mariano desligava-se do jogo e Falcao vivia encarcerado entre as torres da defesa matosinhense.

Belluschi desperdiçava a passagem da 1ª meia hora a oportunidade mais flagrante, logo em seguida novo capítulo da paixão pelo erro e o madeirense ao serviço dos Dragões somava o 4º amarelo, nos da casa do bom inicio já só sobrava a vontade e um remate com selo de golo que Helton travou com uma magnífica estirada.

O intervalo pôs fim ao défice qualitativo do futebol azul e branco, a 2ª parte só deu Porto, o futebol rendilhado e de câmara lenta dava lugar a maior clarividência, a velocidade e urgência pelo chegar ao golo eram agora imagem mais consentânea com o objectivo ganhar. Fucile e Miguel Lopes conferiam mais predisposição ofensiva, somando investidas pelos flancos mas que colhiam pouca eficácia no coração das decisões, a área Leixonense.

O cerco apertava-se, Diego fazia pela vida e os companheiros davam o corpo ao manifesto, bravura, tenacidade, virilidade, agressividade, faltas interrupções e futebol zero…Só os Dragões procuravam o golo, catadupa de cantos, mas poucas situações de remate claras.

As linhas subidas na procura da bola, mas a qualidade de passe ditavam perdas e intermitência nas saídas para o ataque que os da casa aproveitavam para semear algum perigo nas saídas em contra-ataque.

Mormente a subida de produção individual de parte das unidades portistas, era indisfarçável o peso dos minutos na luta contra o relógio, talvez por isso Belluschi e ansiedade voltaram a ter de lutar contra a atracção pelos ferros, isto já depois de Micael se ter enamorado pela lei da gravidade, escapando incólume a Paixão dos cartões em duplicado.

Desvirtuada que estava a verdade desportiva, a mascara da isenção mantinha-se justaposta ao apito, fair-play e anti-jogo conviviam de forma pouco salutar, Jesualdo começava a puxar os seus coelhos da cartola e num ápice trocava o pêndulo táctico por uma peça de maior capacidade na verticalização de jogo, sobretudo nas transições. Tommy assistiu Varela, rasgando uma diagonal toda ela com sentido de baliza, escandalosamente o Drogba da Caparica fez-se rogado, aqui um parêntesis, o estado do relvado terá tido cota parte no insucesso, sendo que volvidos minutos a tese já não colhe argumentação para tanta demora e dificuldade em assumir a finalização de novo lance isolado na área leixonense.

Terá sido o harakiri azul e branco, o que restava do jogo foi como o trago amargo de um copo cheio de nada, é certo que o empate nos deixa mais longe, mas não fora da luta!!!

Não vou destacar individualidades, nem verberar o dono do apito, contudo um aparte…

Jesualdo na conferência de imprensa, “A linha do campeonato está traçada”, devo alertar - excepção feita a entrada de Tommy o Porto não apresentava no banco de suplentes qualidade capaz de inverter ou solucionar o caminho para o golo, bem sei as lesões condicionam (Rodriguez, Farias, Meireles), mas onde quero chegar é que mais que mostrar acidez de discurso pôs jogo, era preciso ripostar veementemente sobre o caso Hulk, pois é inadmissível que 12 jogos passados e 50 e muitos dias depois este seja continuamente carta fora do baralho.

Pepe em Espanha agrediu barbaramente um colega de profissão e levou 10 jogos, será um Steward mais importante para o futebol!?!??

45 comentários:

  1. Não é um SCP-SLB. Se fosse, a entrada brutal sobre Micael tinha dado direito a vermelho.

    Mas como é com a malta de azul e branco, dá-se um amarelo. Mais do mesmo...

    ResponderEliminar
  2. Enfim, muitos falhanços do Belluschi, 2 penaltis (que eu tenha contado) sobre o Ruben Micael por assinalar, pelo menos um vermelho que ficou no bolso do árbitro para jogador do Leixões e também achei engraçado como, no fim do jogo, os jogadores do Leixões corriam todos a festejar depois de terem passado a segunda parte deitados no chão cheios de "dores".

    ResponderEliminar
  3. O mesmo problema de sempre

    A porcaria da finalização.Não se podem desperdiçar opurtunidades como hoje.Estão a brincar ou quê??Falharam golos cantados...

    6 pontos perdidos contra equipas medíocres e sempre com falhanços atrás de falhanços.Belem,Paços e agora leixões.
    6 pontos que nos separam do lugar desejado e que eu,muito sinceramente,não acredito que possamos vir a recuperar,pois já não é a primeira nem segunda vez que se perdem pontos desta forma.
    As bolas paradas são uma nulidade.Enquanto outras equipas garantem imensos pontos graças a este tipo de lances,nós,em N cantos e em N livres nem perigo criamos...

    Claro que nestas alturas nunca falta o empurrão do cabrão do apito,mas,mais uma vez,tivemos tudo para ganhar.
    Começar mas é a pensar na Champions,mas pensar na Champions no sentido de ganhar o segundo lugar!

    São demasiadas falhas para uma equipa que quer ser campeã.Assim não dá.

    ResponderEliminar
  4. Apesar dos falhanços inacreditáveis do Varela, fomos novamente roubados por um arbitro que sempre nos prejudicou em toda a sua carreira.
    Para alem do penaltie(S)? sobre o Rubens ( que não se chama Aimar , Di Maria ou Saviola), uma serie de faltas sobre o ruben e o Varela por assinalar e um antijogo gritante por parte do leixões.
    Tirar o Beluschi depois deste enviar uma bola ao poste e meter o Tomas, tambem não me pareceu acertado , vendo o Mariano a jogar pessimamente..
    Depois de mais um escandalo, podemos pensar que este campeonato esta quase entregue e considerá-lo o campeonato do TUNELGATE , pois foi aí que começou a ser resolvido.
    Depois do Estorilgate , nunca se viu tamanha vergonha nos nossos relvados.. e olhem que o meu desejo neste momento é esperar que o BRAGA vença no Dragão e tente acabar com esta palhaçada!
    Mais uma nomeação a preceito!

    ResponderEliminar
  5. O jogo que vi: só o FC Porto quis ganhar! Leixões na 2ª parte só anti-jogo! PENALTY escandaloso por marcar! Adeus campeonato!
    Assim é impossível lutar de igual para igual com os adversários!
    Enquanto outros tem jogos difíceis (slb) aparece sempre o árbitro a ajudá-los: Leiria e Setúbal! São 4 pontos a mais que eles têm que foram frutos de ROUBO! Assim não há hipótese! Entreguem lá a m***a do campeonato aos lampeões para eles tirarem o mofo das bandeiras, senão apodrecem! Para aqueles que dizem que o FC Porto ganhava sempre APESAR dos erros do árbitro: esses tempos acabaram!Hoje as coisas fazem-se "por outro lado"!

    ResponderEliminar
  6. Uma vergonha o que se passou... Tamos calados a espera de que?? Rui Cerqueira o que ta a fazer?? Tem que vir falar,dar uma conferencia a dizer que isto e um escandalo,nao importa ser castigado,ele nao joga,a sad tem dinheiro pra multa,enfim somos meninos bonitos,agora?? Saudaçoes portistas neste triste momento.

    ResponderEliminar
  7. Viva !

    Vi bem o jogo num campo onde parece que se desenrolou em contínuo todo o torneio de rugbi das seis nações ( sem ofensa para esta modalidade ).

    Creio interessante deixar aqui os comentários dum dos jornalistas da cadeia Francesa "Ma chaine Sport " : " Dois penaltis sobre R. Micael cujo um podia ter sido claramente assinalado, mas não foi por isso o Porto empatou , tantas foram as oportunidades falhadas ".

    Concordo com o comentário.

    Há dias assim.

    Falcão , ainda na primeira parte oferece dois golos de bandeja. Em seguida houve falhanços quase com a baliza aberta ( Varela ).

    Há dias assim.

    Penso que o estado do revaldo prejudicou o Porto, equipa com mais técnica. Vê-se bem que por vezes a bola ressalta ou fica presa em poças de água.

    Helton fez uma defesa de antologia. É uma defesa fora de série !

    O meio campo do Porto andou por vezes perdido, dando muito espaço.

    Mas houve também grandes aberturas. Sobretudo de R.Micael. E também houve a vontade explicita de abrir pelas alas. O que não se via na primeira parte do campeonato. Mesmo se não sempre conseguida a intenção existia.

    Houve as oportunidades falhadas , mas também uma série de cantos e ou bolas paradas mal executados.

    Há dias assim.

    Ou terá sido o cansanço devido à participação que não serve para nada muma competição que como devem ter reparado boicoto ?

    Para a pequena anedota : Como é possível que um apanha bolas passe diante dum jogador ( R. Micael ) que se apresta a bater um canto ?

    Nunca vi algo assim.

    Penso que nada ainda está decidido quanto ao título.

    E Viva o Porto !

    ResponderEliminar
  8. Venceu o Anti-Jogo. Este foi certamente o jogo da liga com menos minutos jogados.Paixão tudo permitiu.
    Venceu a mentira. Paixão sonegou-nos um penati claro. Penso que no lance do amarelo ao R.Micael existe um outro penalti pois o Ruben foi atropelado por um adversário.
    Esta tem sido uma época em que se perdeu a vergonha.
    Sucedem-se os escândalos.Depois da inacreditável arbitragem de Benquerença no slb-Nacional para a Taça da Liga, nomeá-lo para o Sporting-slb foi incrível e teve os efeitos que se viram.
    A demora na resolução do caso do túnel, com Hulk suspenso ad eternum é outro atentado à justiça.
    Os castigos aos jogadores do Braga revelam também a natureza do sr. Ricardo Costa, elemento fundamental nesta estratégia de "vale-tudo".
    As competições organizadas pela liga, nesta época, são uma mentira. Estão viciadas.

    ResponderEliminar
  9. Petiçao para acabar com o benfica. lol
    os sportinguistas sao demais...

    http://www.peticaopublica.com/PeticaoVer.aspx?pi=TPMSCP

    ResponderEliminar
  10. Todos sabíamos que este não iria ser um campeonato fácil, mas a continuar assim torna-se quase impossível.
    Pela minha parte contínuo com esperança de que esta roubalheira indecorosa tenha um fim, e a tal verdade desportiva fundamentada em túneis, punições cirúrgicas e gatunagem de apitos na boca seja de uma vez por todas banida.
    PS: fora alguns residentes normalmente mais críticos, cá estão também os assobiadores da praxe a poluir o ambiente, já de si pouco cereno.

    ResponderEliminar
  11. Paixão = roubalhão! A farsa continua! A onda vermelha de falcatruas avança! Viva a Mourilândia! Concordo com o FCPedro: é preciso alguém vir a terreiro dizer que isto é uma campanha orquestrada contra o FC Porto. Que um bando de f.p. quer entregar o título de mão banjada aos mouros! Digam-lhes que isto é uma roubalheira escandalosa e que se fo... os castigos. Haverá pior castigo do que ter que suportar isto calados?
    Fernando Moreira - V. Real

    ResponderEliminar
  12. LADRÕES !

    Aqueles festejos exuberantes dos jogadores d o leixões levam-me a questionar se não houve Mala Negra em Matosinhos.

    ResponderEliminar
  13. "Não sei quantos minutos se jogaram no segundo tempo. A linha do campeonato está traçada. Nunca fui de lançar suspeitas, mas começo a ver quer a carreira do F.C. Porto, até ao fim, vai ser difícil. O antijogo não dignifica nada o futebol. O árbitro tem autoridade para tomar medidas disciplinares, e não tomou. Há situações pouco claras, e fomos penalizados. Fizemos tudo para ganhar, e merecíamos ganhar. Assumimos as nossas responsabilidades, mas não assumimos as de outros, que só podemos evidenciar."

    Grande JESUALDO!

    Roubados!! O penalti é claríssimo e nem aceito outra opinião. Não pode haver. O árbitro está muito perto e nada assinala. Foi mesmo à minha frente e não tive dúvidas nenhumas!!

    O anti-jogo da peixeirada meteu NOJO! Uma VERGONHA que o "Campo Maior" Paixão decidiu ignorar! Aquilo foi gozar connosco. Inadmissível, jogadores a cairem por tudo e por nada e depois de retirados do campo já estavam operacionais para entrar!! NOJO!

    Quanto ao jogo propriamnete, fomos a única equipa que procurou vencer! Na primeira parte tivemos períodos muito bons de domínio absoluto. Na segunda também gostava de saber o tempo ÚTIL de jogo!! Muitas pausas premeditadas. Depois do que vi hoje, mereciam descer!!!

    Destaco o Rúben e o Miguel Lopes. Hoje o Varela esteve mal. Não se podem falhar oportunidades daquelas.

    Vamos acreditar, acreditarei até ao fim, CONTRA TUDO E CONTRA TODOS!

    SIGO-TE ATÉ À MORTE, TU ÉS A MINHA PAIXÃO!!

    ResponderEliminar
  14. Portista indignado14 fevereiro, 2010

    O povo está a ser sereno de mais. Se a nossa claque, porque justiça seja feita são os que se manifestam, como fizeram com o Adrianse e ao Cebola, quando se sabe, se fizessem o mesmo aos árbitros e ricardos costas, hermínios e outros que tais, naturalmente sem comprometer o clube... os ladrões aprendiam... pois só assim poderá acabar a roubalheira!
    Enquanto for só da boca pra fora, entre a malta, eles ficam-se a rir e até gozam...!!!

    ResponderEliminar
  15. Algumas notas sobre o jogo...
    - O Leixoes, tal como o Paços e Belenenses no Dragao, efectuaram anti-jogo (do mais nojento) do 1º ao 90º minuto...foram jogadores deitados, foram apanha-bolas a perturbar o normal desenrolar do jogo, foram atrasos de reposição de bola, etc, etc...O Sr Paixao permitiu tudo...
    - O FC Porto falhou demasiadas ocasioes de golo para um jogo tao importante como este...pelo menos 3 ou 4 ocasioes claras de golo, uma delas deveria ser concretizada;
    - Há pelo menos um lance de penaltie clarissimo sobre o Ruben Micael...
    - Não haverá nunguem mais portista que eu...custa-me, e custa-me muito dizer...mas a verdade é que parece-me que o campeonato se resume cada vez mais a uma questao matematica...6 pontos perdidos com o Belenenses, Paços Ferreira e Leixoes podem significar mesmo a peca do titulo já nesta jornada...
    - Nao sei porque, mas tenho um sentimento de duvida em relaçao ao proximo jogo com o Braga no Dragao...nao sei se me entendem...ou se provavelmente tb terao o memo sentimento...senao vejamos...vamos ganhar para ajudar os "outros"?!?!?!É triste, mas pode ser uma realidade...

    ResponderEliminar
  16. Deitando-me com aquela sensação de resignação, perante um cenário que se afigura desolador, o dia hoje ainda custa mais. É sempre assim, no pós-perda de pontos. Tínhamos que ter ganho o jogo. Os dois preciosos pontos desperdiçados eram cruciais, nas contas finais.

    Podemos apontar o dedo ao árbitro? Sim. Podemos e devemos.

    Mas há que considerar o aspecto da finalização, o verdadeiro factor que nos impediu de vencer. Tantos golos falhados, numa malapata que nos tem perseguido neste campeonato. E pensar que bastava ter vencido este, juntamente com os caseiros frente ao Belenenses e Paços, para estarmos em plena discussão do título.

    Confesso que não acredito nele. O benfica não perderá pontos em casa. Terreno minado, onde pontuar se afigura tarefa impossível, os vermelhos apenas terão na teoria duas recepções difíceis. Sporting e Braga. Mas, da forma que isto anda, em que o andor tem demasiadas mãos para o aparar, alguém acredita que algum destes contendores conseguirá pontuar na Luz? A resposta é um rotundo NÃO. Existirá sempre um penalty salvador, um vermelho cirúrgico a um opositor, um golo mal invalidado e o eterno clima de coacção.

    Fora, o calendários dos merdas é ainda melhor, sem grande dificuldade.

    O que me custa é que nós vamos ajudar à festa. Vencendo o Braga (jogo importante para um apuramento para a Champions) e dando-lhes o que eles querem. Liderança isolada.

    Volto, no entanto, a frisar. A culpa é nossa. O clube acomodou-se. Trocou as luvas de boxe por mangas de pelica. Deixamos de ser incómodos. Passamos a ser politicamente correctos. Esquecemos os ensinamentos do Zé do Boné, que falava sem qualquer constrangimento, apontando o dedo acusador ao pântano que é este futebol. Agora, o que prevalece é a cotação das acções, os accionistas, o project finance. Fala-se de forma educada. Cala-se a revolta.

    Nunca fomos assim. Somos, mais do que um clube, um clã. Habituado à nobre arte da guerrilha. Unido. Intransponível. Indómito. Odiado, sim, mas representando sempre um poder que criava uma empatia única entre adepto e emblema. Isso perdeu-se.

    Falamos apenas na voz do presidente, já sem a força de outrora, e não conseguindo o efeito clássico: o de apavorar os inimigos. PC, também ele, foi levado nesta voragem instituída no Dragão. A pose cavalheiresca, em detrimento da anterior de guerreiro-mor, apenas finou um período em que, contra nós, só se atreviam a conspirar na sombra, temerosos da nossa reacção.

    Agora, não. Perderam o medo. E é às claras. Como se constata, tudo contribui para esse estado de coisas. Sucessivas peças de opinião, nos media, branqueamentos sucessivos, imagem portista sistematicamente desgastada, fazendo-nos sempre ser os maus da fita. Permitimos isso. E vamos continuar a fazê-lo, pois não se vislumbra uma reacção enérgica.

    Haverá, por certo, um discurso inflamado de PC, um dia destes. Que ninguém ouvirá. Será recebido com condescendência. Rapidamente abafado, tido na conta de mau perdedor. E os erros arbitrais continuarão.

    Acho que, perante os últimos 4 anos, retrocedemos dezenas. As vitórias conquistadas, no período do Apito Dourado, serviram de falsa sensação de invencibilidade. Mas eles nunca desistiram. E o deboche está à vista.

    O futebol português, de agora, equivale-se ao da década de 70. Não existe Calabote, realmente, mas existe no sentido figurado. As altas instâncias estão controladas. Os orgãos decisores controlados. E vencer, assim, torna-se tarefa hercúlea.

    Custa ver o escudo que nos resta. A revolta de Jesualdo. Quando se deixa um treinador assumir as dores de todo um clube, é porque desistimos de lutar. Nesse sentido, batemos no fundo.

    E o ansiado túnel do Dragão, em Maio, será apenas uma triste consolação, porque o resultado desse jogo, provavelmente, nem servirá para nada.

    ResponderEliminar
  17. Com cenas Gestuais o Paulo Bento xamava-lhes gatunos e J.Ferreira olhava para o lado;agora já vê
    Então ainda teem duvidas de que o Caldo já está á muinto feito por:Vitor Pereira,Ricardo Costa e Orelhas
    Abram as pestanas
    O Cosinhado ainda não acabou totalmente o Braga que se cuide

    ResponderEliminar
  18. O canto do Dragão.

    Manda a cartilha de um bom portista nunca desistir e lutar até que matematicamente ainda seja possível, mas perante este quadro é difícil manter a chama.

    O árbitro é gatuno? É, foi e será sempre, mas nós ontem tivemos 6"penaltis" a favor e não marcamos nenhum e aí, também temos muitas culpas no cartório. Era preciso, neste campeonato, um grande Porto e quando digo grande Porto, não me refiro só aos técnicos e jogadores, mas também aos dirigentes, que têm assistido, calados, a autênticos roubos que são perpetrados à frente dos seus olhos.

    Há demasiado conformismo e isso não me agrada nada. Este Porto silêncioso não é o meu Porto.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  19. Numa altura destas temos de ser minimamente realistas e lúcidos...
    Mas alguem acredita que a equipa do "andor" irá ter dificuldades ate ao fim do campeonato? Não, não irá ter porque os adversarios nao se "atrevem" a roubar sequer mais um ponto àquela equipa...Apenas em 3 jogos, o "caldinho" pode sofrer um revés, que são justamente os três jogos frente a Braga, Sporting e FC Porto...
    Quanto aos erros de arbitragem, sao demasiados e sempre para o mesmo lado, em beneficio do mesmo, e a prejudicar os mesmos... Confesso-vos, estou farto...mesmo farto das mesmas merdas de sempre, dos erros escandalosos, das punicçoes cirurgicas, enfim...de toda esta merda que está a acontecer no futebol portugues...E digo e repito, para quê vamos vencer o Braga no Dragão? Para ficarmos a uns INATINGIVEIS 6 pontos da liderança do "andor" e entregarmos de bandeja a liderança ao nosso maior inimigo, aquele que nos tem minado completamente o caminho rumo ao penta? Apetece-me dizer que a partir de agora já so me interessa o Braga...E nós todos temos de por uma coisa na cabeça: temos ainda 3 competiçoes a ganhar, a taça da Liga, a taça de Portugal e a Champions League...porque não, direcionarmos todas as nossas forças para estas competições?!?!

    ResponderEliminar
  20. Desistir não faz parte do nosso ADN, mas se as coisas já se encontravam difíceis, este percalço complicou ainda mais a nossa tentativa de recuperação.

    São dois adversários à nossa frente com algum conforto e as oportunidades vão escasseando.

    Só mesmo uma revolução ou um tsunami poderão inverter a situação.

    No jogo de ontem a precipitação e atrapalhação tomou conta de alguns jogadores influentes,o Silvestre Varela foi o expoente deste estado de espírito, principais razões para o resultado alcançado.

    Sei que o Paixão não desiludiu os seus prosélitos, mas que diabo, tínhamos a obrigação de ter marcado os golos suficientes para ultrapassar também essa previsível dificuldade, ocasiões não faltaram.

    Resta-nos fortalecermos-nos para enfrentar os próximos desafios com coragem e determinação. Jamais atiraremos a toalha ao chão.

    Um abraço

    ResponderEliminar
  21. ROUBALHEIRA DESCARADA!

    Eu sinceramente já não acredito no campeonato. A fé que sentia está abalada pelos sucessivos roubos a que somos sujeitos. Assim é impossível dar a volta ao texto!

    Pensei que na 2ª volta o escândalo não fosse tão visível, mas vá, era a crença a falar. Não se trata de atirar a toalha ao chão, trata-se de perceber um bocadito de bola.

    Quanto ao jogo, e fora o escândalo, não tenho razões de queixa dos jogadores e treinador que tudo fizeram para virar o rumo dos acontecimentos e jogaram de forma abnegada! Mas com a inclinação do costume é complicado inverter as coisas...

    Mas o que mais me irrita é a forma passiva com que a SAD assiste a este roubo descarado à nossa INSTITUIÇÃO desde o início do campeonato e nem se dá um "ai". Como se estivessem totalmente conformados! Ora se eles que recebem aos 5 mil € por mês não estão para se chatear, a que propósito ando eu aqui a sentir o bolso mais vazio?? Não me recordo de um FC Porto tão passivo perante um cenário destes, não foi por um FC Porto assim que me encantei em tempos de criança!

    Siga pra bingo.

    ResponderEliminar
  22. Por Amor de Deus, como é qe ainda ninguem ou quase ninguem chegou a conslusao que a culpa dos maos resultados do fcporto, nao contando com roubalheira no qual temos sido alvo, é unica e exclusivamente de um senhor que esta sentado no banco do porto???? Esse Sr.Jesualdo, é uma vergonha como treinador! COmo é possivel os jogadores do porto falharem golos escandalosos, e ele nao nem um berro da aos jogadores, ele passa os jogos todos descansado da vida, so aos ultimos 10 minutos e qe começa a ficar todo aflito, é uma vergonha, tou cheio de ver este senhor no banco do porto, se houve erros do nosso grande presidente , este foi um deles , renovar com o Jesualdo! O Porto foi a luz e perdeu porqe? Porqe jogou com 3 medios , em qe os mouros tinham 4 medios, esta situaçao passou-se em epocas transactas na qual o porto perdeu 2 jogos contra o sporting de Paulo Bento, em que o porto levava cheiro de bola , porque o sporting jogava com 4 medios e o porto com 3 , no qual o porto perdia logo por aí. Os grandes comentadores , como Luis Freitas Lobo , insinam o JEsualdo a treinador, tao fartos de dizer , e é verdade, qe com a equipa qe o porto tem , tem de ser um esquema tactico de 4-4-2. Mas esse mouro que temos no banco, nao percebe isso, fora a permanente insistência em apostar jogadores no qual qe esta mais que visto que sao uns "mancos"!
    Escrevi este "comentario" porqe estou farto de ver o meu Porto nestes maus resultados e exibições constantes, custa-me ver o Porto perder o Penta-Campeonato por um senhor que ja devia ter ido á sua vidinha! Encontrei esta forma de expressar a revolta com que tou!
    Cumprimentos a todos os Portistas!

    ResponderEliminar
  23. Boa tarde sr anónimo inimigo crente no que ouve na tv! Santa ingenuidade! Cada macaco no seu galho! Pode ter a certeza que qualquer um daqueles comentadores só seria um mau treinador!
    Quanto ao jogo de ontem, não entendo como é permitido a uma equipe jogar na primeira liga se tem um campo daqueles com mais areia que relva, e tem jogadores que - só jogando uma vez por semana , e mal - já estão todos com cãibras ao fim de 60 minutos de jogo!... e o árbitro não acha nada disto estranho, nem os comentadores da tv! (Depois de festejarem no fim do jogo como se tivessem ganho uma taça, espero que se afundem na 3ª divisão distrital!)
    Claro que os nossos jogadores também falharam golos feitos; mas quase que aposto que o Chelsea a jogar na vez do Porto não teria feito melhor!...Acho que os jogadores foram uns heróis! O Varela, o Rúben e o Falcão levaram porrada de criar bicho! Nestas circunstâncias ainda tiveram que aceitar o penalty não marcado e continuar a lutar...
    Acho é que deveríamos fazer uma subscrição para colocar um painel com contagem de dias, horas, minutos que o Hulk e Sapu estão suspensos e sem decisão e mandar implantar enfrente à sede da liga!
    Mas, enfim... Viva o Porto! Sempre!
    Venha o Arsenal!

    ResponderEliminar
  24. Nao acho que seja assim tanta culpa do treinador,quando corre mal,e sempre ele o culpado,enfim... Basta lembrar que e o unico que sai a defender o clube,nao acham?? A sad nem se pronuncia,o k e uma VERGONHA,face ao que se esta a passar .

    ResponderEliminar
  25. Na época passada, por esta altura tínhamos perdido a Supertaça e esta época, ganhámos. Estávamos nas meias-finais da Taça de Portugal, tal como esta época. Tínhamos sido arrumados da Taça da Liga, agora estamos na final. Estávamos nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões, tal como agora. Tínhamos 41 pontos, estávamos em primeiro com 4 pontos de avanço. Agora temos 40 e poderemos ter 8 pontos de atraso em relação ao primeiro.

    Em termos absolutos, esta época estamos melhores do que na época passada e quem se queixava então por esta altura? E agora queixam-se? Só porque os outros estão muito melhores? Tivessem-se queixado na época passada e talvez agora estivéssemos muito melhores.

    É a performance dos outros que ditam se estamos bem ou mal?

    Nota: eu nem sequer gosto do Jesualdo mas o homem está fazer melhor do que a época passada. Facto.

    ResponderEliminar
  26. A época passada induziu esta SAD num grave erro pelo qual vamos pagar caro esta época: já não precisávamos de ser bons para sermos campeões porque os outros continuariam a cultivar a mediocridade.

    Quarenta pontos à 19ª jornada deveriam chegar para estarmos em primeiro à vontade, julgavam eles. Pois.

    ResponderEliminar
  27. V de Vingança, tens razão, mas quando estávamos em primeiro porque razão nos haveríamos de queixar? E se bem me lembro, na altura, a equipa não passou a primeira volta a arrastar-se em campo (até tivemos muita sorte em vencer alguns dos jogos neste campeonato).

    Adiante, digo já que não desisto deste campeonato. Faltam ainda várias jornadas e você estão todos certos que o SLB só pode perder pontos com os outros "grandes", mas pelo que vi contra o Belenenses, eles por pouco não empatavam ou até perdiam. Claro que pode haver sempre aquele penalti e o cartão vermelho, mas acredito que eles possam ser derrotados.

    Também não me vou sentir mal por estar a ajudar o SLB na liderança se vencermos o Braga, porque se os vencermos a equipa ganha ânimo para vencer os outros todos. Para vencer os outros todos também dava jeito recuperar todos os que estão indisponíveis.

    E ninguém para esta nossa voz!

    ResponderEliminar
  28. Na segunda parte, em 45 min devem-se ter jogado 20/25... uma VERGONHA!

    Só vos quero ver na segunda, peixeiros!

    ResponderEliminar
  29. "Adiante, digo já que não desisto deste campeonato."

    É óbvio que não.

    SEMPRE PORTO ATÉ MORRER!

    ResponderEliminar
  30. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  31. Omg!Sr. Reine Margot, o sr por acaso faz a minima ideia de quem é o comentador Luis Freitas Lobo? Suponho que nao, senao nao dizia o que disse! É que dizer que o sr Luis Freitas Lobo seria uma mao treinador é mesmo de quem nao vê televisao pelo menos na area desportiva!
    Sugiro que veja ás 5ªs feiras a noite o pontapé de saida na rtpn! E ja agora que leia pelo menos no wikipedia quem é este comentador!
    Cumprimentos!

    ResponderEliminar
  32. Eu nunca ligo ás Arbitragens, mas o que aconteceu em Matosinhos foi demais e mostra que se este ano o Benfica for Campeão não será por seu mérito, mas sim porque o empurraram para tal.

    Esta "coisa" de nome Paixão viu o lance e sabia muito bem que era GP. Não marcou porque não lhe apeteceu ou porque anda com peninha do Benfica.

    Custa-me dizer isto, mas já não acredito no Penta, porque é demais tanta perseguição ao FC Porto.

    Aimar simula uma GP e leva uma palmadinha nas costas (multa) e um não voltes a fazer. O Lizandro, que já nem está nas fileiras do FC Porto, leva uma multa e uma suspemsão inédita por ter simulado uma GP.

    O Javi Garcia leva um Sumaríssimo, o Benfica recorre e este faz 3 jogos seguidos sem sequer ser suspenso e Hulk está há 3 meses suspenso o que é o mesmo que dizer 12 jogos da Liga Sagres...

    Porque motivo a SAD fez tanta asneira no inicio da temporada?

    Agora temos de aturar os morcôes de vermelho que querem ganhar mesmo que o Campeonato seja gamado á força toda para eles serem felizes.

    Venha a Europa, pois ai ainda dão valor ao Dragão ao contrário deste Portugal que cada vez mais se assemelha a um qualquer Circo onde os Mafiosos de Vermelho abundam e mandam.

    Grande abraço e saudações Portistas!!!

    ResponderEliminar
  33. E ver alguns meninos do Bibó porto Carago, a fugir quando é preciso agir contra a Bófia?? Assumam-se, sejam homens..

    ResponderEliminar
  34. Nao podemos continuar calados a ver a roubalheira continua que estao a fazer neste campeonato. no final ainda vao dizer que foi o mais justo de sempre.
    tambem nao podemos mandar a toalha ao chao: o porto joga sempra para primeiro, nunca para segundo.
    os peles vermelha, sem ofensa para um povo, ja estavam a começar a tremer e vao continuar.
    temos de denunciar e em voz alta aquilo que se tem passado. bolas, o pinto da costa que tem falado e algumas vezes ate demais, agora esta calado. tem de falar todos os dias para mostrar que nao estamos a dormir.
    vamos ver como esta o hulk na quarta, deve vir com a garra.

    ResponderEliminar
  35. Nada como uma perda de pontos para espicaçar a malta.

    Sobre o jogo já foi tudo dito, vamos é continuar a bater palmas aos vizinhos que temos, acabou o Boavista e agora temos o Leixões a fazer daqueles jogos de 30 minutos de futebol e o resto a cair que nem tordos no chão.

    Vamos ver o que acontece daqui para a frente, enquanto matemáticamente for possivel quero ver o meu FC Porto correr e ganhar.

    ResponderEliminar
  36. Houve claramente um penalty na cara do arbitro por assinalar. Lástimável actuação do arbitro.
    Na 4ª espero ver o Porto a arrasar, principalmente o regresso de Hulk.

    ResponderEliminar
  37. " AS ARBITRAGENS NAO TÊM FAVORECIDO NADA"-Bruno Alves capitao do f,c,p,(Fruta Corrupçao Putedo).
    Já é à descarada que apelam aos favores dos árbitros nao bastam os últimos 30 anos.

    Triste dor de corno, mouro!
    Basta a pergunta ter sido "Acha que as arbitragens têm favorecido o FC Porto?" Para a resposta ser "As arbitragens não têm favorecido nada!"

    Comentário rídiculo.

    "E ver alguns meninos do Bibó porto Carago, a fugir quando é preciso agir contra a Bófia?? Assumam-se, sejam homens.."

    Não deves ter visto bem rapaz. Nenhum de nós ficou calado e confrontámos especialmente os "steward's" que estavam no relvado sobre a pouca vergonha de que estávamos a ser alvo pelos cobardes dos peixeiros.

    TETRAbraço

    ResponderEliminar
  38. Quanto ao futebol, nem vale a pena falar. Estou como aquele que diz que só da boca para fora não adianta...
    Importante, nesta hora, é saber que:
    A equipa feminina do FC Porto acabou, este domingo, com 15 anos de domínio do Sporting no Nacional de Clubes em atletismo. Na competição colectiva feminina, o FC Porto, ganhou com folgados 13 pontos de vantagem, quebrando uma série de 15 triunfos consecutivos do Sporting!
    O Benfica, que regressou à competição feminina após mais de uma década de ausência, terminou na quarta posição, em igualdade pontual com o JOMA, que completou o pódio.
    No sector masculino, o FC Porto fechou o pódio, conseguindo o 3º lugar, mediante as possibilidades presentes.

    Repare-se que nas notícias já estão a arranjar desculpas, a tentar menosprezar o título feminino do F. C. Porto, referindo que tem cinco atletas estrangeiras e nem sei que mais...

    ResponderEliminar
  39. Parabéns ao nosso ATLETISMO!

    ResponderEliminar
  40. Para quem esperava (e sonhava!) com 9 pontos, nos próximos 3 jogos, este, foi um duro golpe, ainda que não definitivo, quase KO, logo ao 1º round.

    É verdade que, mais uma vez, apanhamos um LADRÃO, aliás, um já habitual FdP de LADRÃO para nos arbitrar, que mostrou ir com a lição bem estudada... mas tb é verdade que falhamos 4/5/6 lances de quase golo e quando assim é, é colocar-se a jeito do destino que nos querem traçar... final do jogo, (+) 2 pontos perdidos no caminho do PENTA, defronte de (+) uma equipa do fundo da tabela, e o sonho do PENTA, que ficou mais longe, muito mais longe... ainda nada é definitivo, mas a cada semana que passa, o sonho, infelizmente, vê-se esfumar...

    Mais uma vez, acho uma piada do caraças culpabilizar o Prof. Jesualdo Ferreira por mais este rombo... quer-se dizer, os jogadores falham 4/5/6 lances escandalosos de golo iminente, o FdP do homem de preto, rouba-nos à descarada, não sem que permita aos da casa, uma teatralização de 5ª classe, com consecutivas paragens de jogo, o homem só tem no banco uma solução de ataque, que é o que é, mais uma vez, REPITO, para ver se entendem de uma vez por todas, é o ÚNICO, repito, o ÚNICO do clube que fala para fora, porque a estrutura, nada diz, num silêncio que até mete nojo, mas não, é sempre mais fácil culpar o homem, o treinador, aquele que eu não gosto como treinador, aquele que eu não gosto como lider de uma equipa, mas que respeito solenemente, porque é desde há 2/3/4 anos, o ÚNICO, o ÚNICO, que fala... que querem mais com o homem? Pá, tenham juízo... deixem o homem em paz, e apoiem mas é... é assim tão dificil?

    ps1 - já o aqui foi dito, e assino por baixo... "haverá pior castigo do que ter que suportar isto calados?... mas não, a culpa é do "ÚNICO" homem no FC Porto que ainda fala... para fora!!!... dasssseeee!!!!

    ps2 - quanto aos meninos do BiBó PoRtO, ao serem homens, e assumirem-se e tal e coisa... não percebi, mas tb não quero perceber... de facto, sim, "muitos" fugiam, sim!!!, mas das pedras (calhaus de tamanho significativo, que as viste a cair em dose extra, ou não as viste???!!!) que estavam a ser arremassados do exterior do estádio para a zona de saída dos adeptos do FC Porto... mas já percebi óh anónimo, tu deves ter sido um daqueles que fez peito feito aos calhaus. Se é disso que falas, tamos entendidos... sim, "fugi"!!!

    ResponderEliminar
  41. Como se vida fosse simples e ninguém dependesse de mim, não fosse Pai e não tivesse mais que fazer que ir a um jogo de futebol e no fim andar ao milho com a policia.

    Tenho exemplos de situações ao longo destes 14 anos apoiar o FC Porto fora, que já deviam chegar para perceber que com este género de policiamento nem vale a pena fazer frente, só serve para ficar como um amigo meu que hoje não vê da vista esquerda.

    Afasto-me sempre de qualquer tipo de confusão que aconteça,se isso faz de mim menos homem que assim seja, não é isto que me vai impedir de ver e apoiar o nosso clube, queria era que o nosso FC Porto tivesse ganho isso é que era importante.

    ResponderEliminar
  42. tripeiro - "Não deves ter visto bem rapaz. Nenhum de nós ficou calado e confrontámos especialmente os "steward's" que estavam no relvado sobre a pouca vergonha de que estávamos a ser alvo pelos cobardes dos peixeiros."

    Calado?? lol... falar com stweards, outro lol, os stewards, eram os do dragão achas que eles iam fazer alguma coisa?

    blue Boy, quando caiem os calhaus, não é ir para o fundo das bancadas como voçes fizeram, é assumir, fazer pressão há bófia, para nos deixar sair, ou preferes ficar encolhido a ser agredido cobardamente??

    ResponderEliminar
  43. Irrita-me este treinador. Nos primeiros 45 minutos só vimos o cu arrebitado do Varela e do Belhushi a passearem em campo e nada produzirem. Na 2ª parte que só teve 20 minutos, o resto foi anti-jogo, a equipa não parecia a mesma. Jesualdo resolveu tal como Bruno Paixão, acabar com o jogo com a entrada de Orlando Sá. Ora foda-se para esta ambição.

    ResponderEliminar
  44. Anónimo, para encerrar a conversa:

    "...quando caiem os calhaus, não é ir para o fundo das bancadas como voçes fizeram..."

    ir para onde?
    queres provavelemte dizer, "estar", onde sempre estivemos durante todo o jogo?

    O Antas, já respondeu a tudo, quando implicitamente, respondeu que, "Como se vida fosse simples e ninguém dependesse de mim, não fosse Pai e não tivesse mais que fazer que ir a um jogo de futebol e no fim andar ao milho com a policia".

    Já tive os meus 18 anos, já estive em muitas aventuras, já percorri milhares de kms com os SD, já fiz viagens de Faro até ao Porto com os vidros dos autocarros partidos, já me defendi em emboscadas na antiga Luz, etc etc... mas hoje meu caro, já me passou a onda, não sei se me faço entender... outros, que tomem conta da loja, porque são mais novos, mais rebeldes e com muito menos preocupações de vida do que eu.

    Se antes, já era assim, hoje, é muito mais... quando vou onde quer que seja para acompanhar o meu FC Porto, é para o apoiar, e nunca para participar noutros jogos florais.

    Não é isso que faz de ti mais homem, como tb não o é o contrário.

    Por mim, assunto encerrado.

    ResponderEliminar
  45. Não conheço os intervenientes nem estive lá, mas tenho de dizer:

    Senhor Anónimo, vens tu falar de "coragem" e "cobardolas" e tens medo de assinar o teu próprio nome quando aqui vens escrever?

    Já agora, do meu ponto de vista, ir para baixo de uma chuva de pedras não é coragem, é estupidez.

    Quanto ao treinador, sou da opinião que ele já devia ter ido embora no fim da época passada, para "sair em grande", e foi um erro continuar o contrato. No entanto despedir o homem a meio do campeonato nada de bom pode trazer. Dito isto, gosto dele como pessoa, pois, ao contrário do Jesus e dos outros, quando vem falar à televisão é uma pessoa com classe, que sabe o que dizer e se sabe comportar. Em resumo, dá uma boa imagem ao clube. Ao menos não anda aí a mascar de boca aberta. O que é feio.

    ResponderEliminar