07 fevereiro, 2011

Tribunal d'O JOGO - liga ZON Sagres 2010/11, 18ª jornada

http://bibo-porto-carago.blogspot.com/

Tribunal O JOGO: FC Porto 1-0 Rio Ave FC
Árbitro: : Vasco Santos (Porto) / Assistentes: Tomás Santos e Alexandre Freitas.


Tempo extra para Jeferson numa noite serena

Queda aqui, empurrão ali, o FC Porto-Rio Ave deixou algumas dúvidas para animar as discussões do rescaldo da jornada, e apenas uma certeza: o central Jeferson ficou demasiado tempo em campo. O defesa vila-condense devia ter visto o segundo cartão amarelo aos 67'; saiu do jogo aos 82', por expulsão.



Momento mais complicado

57' Varela cai na área, em lance com Tiago Pinto. Ficou um penálti por assinalar?

Jorge Coroado
+
Num lance jogado com vigor, ambos os jogadores preocupam-se com a bola e o contacto dá-se de forma natural, não havendo motivo para se evocar grande penalidade.

Pedro Henriques
+
Tiago Pinto não toca no pé de Varela. Este caiu apenas pela acção do movimento que levava. Correcta a decisão do árbitro de nada assinalar.

Paulo Paraty
+
Não me parece. Varela cai, mas, não terá sido por alguma acção de Tiago Pinto. Terá sido, eventualmente, por desequilíbrio e pela velocidade com que pretende abordar a bola.



Outros casos

30' Fora-de-jogo a James é bem assinalado?
44' Ficou por marcar penálti de Sapunaru sobre João Tomás?
67' Falta por trás de Jeferson sobre João Moutinho era passível de amarelo? Seria o segundo.

Jorge Coroado
-
No momento em que a bola lhe foi endossada, ele estava em posição legal, no limbo. Não devia ter sido assinalado.
-
Sapunaru, na frente, quando sentiu que Tomás o passava, agarrou-lhe o ombro esquerdo e derrubou-o, ficando por assinalar o castigo máximo.
-
Era exigível a exibição do cartão, a falta foi imprudente e perigosa. O facto de ser o segundo não importa. O árbitro só tem de cumprir.

Pedro Henriques
+
Fora-de-jogo correctamente assinalado, pois, no momento do passe, James Rodriguez já estava adiantado em relação ao penúltimo adversário.
+
Sapunaru já tem a posição ganha a João Tomás e ambos utilizam os braços quando se movimentam, pelo que foi correcta a decisão do árbitro de nada assinalar.
-
Jeferson entrou por trás e de forma imprudente sobre João Moutinho. Infracção passível de cartão amarelo, que, na ocasião, seria o segundo.

Paulo Paraty
+
Sim. A televisão evidencia que James Rodriguez está à frente da linha da bola. Boa decisão de Alex Freitas.
+
Não. Boa decisão: João Tomás empurrou Sapunaru, embora também ele seja agarrado. Fez bem Vasco Santos em deixar seguir.
-
Justificar-se-ia mais o cartão neste lance do que aquele exibido aos 61 minutos. Terá sido a única falha de alguma dimensão de Vasco Santos em todo o jogo.



Apreciação global

Jorge Coroado

Em jogo extraordinariamente calmo, apesar de resultado minguado, o árbitro não soube aproveitar ou não conseguiu. Sem critério disciplinar, tecnicamente inconsistente.

Pedro Henriques

O trabalho da equipa de arbitragem situou-se num plano positivo, com uma boa coordenação e colaboração. Apenas um senão, o de ter intervido e apitado em demasia, o que tirou dinâmica ao jogo.

Paulo Paraty

O jogo não ofereceu especiais dificuldades e Vasco Santos não as procurou. Teve um critério disciplinar algo rigoroso, mas coerente.



fonte: ojogo.pt

0 comentários:

Publicar um comentário