07 dezembro, 2009

E a crise continua…

Depois de muitas análises catastróficas, de imensas críticas aos jogadores, treinador e, como não podia deixar de ser, à própria direcção, já se vaticinava uma tragédia completa do FC Porto em Guimarães. A força dos vitorianos seria fatal aos “pobres” jogadores do FC Porto, que sucumbiriam e ficariam definitivamente afastados do título. A partir daí, o “passeio” de um tal de “rolo compressor” no campeonato seria cada vez mais uma realidade e as jornadas que ainda faltam (que são umas 18) seriam um mero requisito… A liderança do Braga, segundo muitos “especialistas” em futebol, é uma mera questão de pormenor.

É claro que a análise ao jogo de Guimarães não pode ser positiva, não se podendo mesmo retirar ilações positivas do jogo. O FC Porto ganhou e marcou 4 golos, mas pelas oportunidades criadas ao longo dos 90 minutos, poderia e deveria ter marcado 7, 8 ou mesmo 9 golos, o mesmo score de golos com que o “rolo compressor” presenteava os seus adversários no início do campeonato. Agora, segundo ouço, o “rolo compressor” está a diminuir o seu score, empatando e perdendo mesmo alguns jogos, porque os seus adversários esforçam-se por não sofrer golos, tentam defender bem, e, heresia das heresias, até se atrevem a marcar golos a esta autentica “máquina de jogar futebol”. Já não há respeito pelas instituições importantes do país… onde é que já se viu afrontar e ousar marcar golos àquele que já é proclamado como novo campeão nacional? Noto também com alguma curiosidade que aquele que proclamam como novo campeão ainda não aqueceu lugar na liderança da Liga… Mas este é só um pequeno pormenor…

Gostava também de reflectir sobre algo que tem sido muito comentado não só neste blog como em toda a blogosfera azul e branca: a crise do FC Porto. Gostaria de explicitar alguns aspectos que me parecem ser fundamentais quando se fala nesta crise azul e branca:

  • Os grandes clubes europeus não se enganam, por isso é que nos últimos anos, "atacaram" forte e feio no plantel do FC Porto. Todas as épocas o FC Porto perde 2 ou 3 jogadores fundamentais do seu onze. Desta vez, foram 3, Cissokho, Lisandro e Lucho… jogadores de inegável qualidade e importância na estrutura azul e branca. Os outros mantêm as suas estruturas intactas. Isto porque os grandes clubes europeus preferem jogadores do FC Porto. Porque será?


  • Decorrido que está mais de um terço da época, temos de olhar friamente para os números se quisermos ser honestos. Um FC Porto que todos dizem em crise, um Braga com um campeonato quase irrepreensível, e um “rolo compressor” que todos dizem estar na mó de cima. Então qual o resultado? Estamos a 3 pontos do tal “rolo compressor”, quando há ainda 6 pontos a disputar com o tal “rolo compressor”. Um FC Porto em crise não seria motivo para esta vantagem já estar nos 9 ou 10 pontos? Pois, é que se calhar um FC Porto em crise consegue lutar contra “rolos compressores”, contra super-equipas e contra toda esta euforia nacional e generalizada que já se instalou no país desportivo. É quase um desígnio nacional que o “rolo compressor” seja consagrado campeão… Eu não gosto de desígnios porque geralmente os associo a uma época em que Portugal era um país em que não se achava muita piada à liberdade de expressão e ao livre pensamento. Sim, naquela época em que aí sim, o “rolo compressor” ganhava tudo e mais alguma coisa. Eram vários os desígnios na altura…


  • Um FC Porto em crise que está nos oitavos-de-final da mais imporante competição entre clubes a nível mundial. É esta a diferença… Quando uns estão em crise levam 7 e 8 de Celtas, de Bayerns e de Olimpiakos… O FC Porto não… resolve, mesmo em crise, dignificar o nome de Portugal e seguir em frente nas competições europeias.
Já repararam que até nas crises, o FC Porto é melhor que os outros?

    10 comentários:

    1. Nós somos e seremos, melhor que os outros, em qualquer situação!

      BIBÓ PORTO

      ResponderEliminar
    2. É caso para dizer: bendita crise!

      Um abraço

      ResponderEliminar
    3. Taça de Portugal: Belenenses/ Oliveirense ou F.C.Porto

      ResponderEliminar
    4. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

      ResponderEliminar
    5. ^^
      |
      |
      |
      |
      temos que activar uma opção para evitar spam --'

      ----//-----

      Havia muita preocupação mas a equipa soube dar a volta e vencer um jogo muito importante e,principalmente,vencer de forma convincente.
      Segue-se o outro vitória antes de irmos mostrar,a quem ainda tem dúvidas,o que realmente valemos.
      Belo texto RCBC

      ResponderEliminar
    6. "O Benfica regressou à liderança, onde é coadjuvado pelo Sp.Braga"

      Se o campeonato acabasse hoje quem seria o campeão?

      ResponderEliminar
    7. "importância de chegar ao Ano Novo com 6 pontos de vantagem sobre o FC Porto"

      Para que esta vantagem se concretize é preciso que um pequeno pormenor se concretize...que o "rolo compressor" comprima o FC Porto dentro das quatro linhas...

      Atenção, não confundamos os nossos sonhos com a nossa realidade

      ResponderEliminar
    8. O nosso amigo açoriano continua em grande. Esmiuçou a “crise” com a lucidez do costume e relegou para o caixote do lixo as profecias de catástrofe.
      Porto sempre.

      ResponderEliminar
    9. RCBC, benditas e sábias palavras!

      Como eu te entendo, compreendo... e assino integralmente por baixo este teu auto testemunhal!

      ResponderEliminar
    10. Aproveito para desejar a nós sofredores pelo FCP uma boa exibição e um óptimo resultado amanhã em Madrid nesse jogo a contar para esta competiçãozeca que é a LC,essa sim em crise pelo menos aqui neste país de altos designios!

      ResponderEliminar